A alimentação como aliada na prevenção do câncer de intestino

Ainda que seja tratável, a prevenção é uma das melhores estratégias no combate à neoplasia do cólon e reto

O câncer colorretal – também conhecido como câncer de intestino – é uma doença que afeta tanto homens quanto mulheres, principalmente acima dos 50 anos. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2020, foram mais de 40 mil casos anuais desse tipo de câncer no Brasil. Este ano, a Organização Mundial de Gastroenterologia (WGO) definiu essa como a temática central abordada no Mês da Saúde Digestiva, que acontece em maio. No caso do câncer colorretal, a detecção precoce é uma das principais estratégias para tratamento ainda em fases iniciais da doença.

Além da idade, outro fator de risco relevante é a alimentação pobre em fibras e com alto consumo de ultraprocessados, gorduras e açúcares. Tabagismo, etilismo, histórico familiar e presença de patologias, como retocolite ulcerativa ou doença de Crohn, também predispõem o surgimento de tumores no intestino. Dentre os sintomas mais frequentes, estão a presença de sangue nas fezes, dor abdominal, mudança no hábito intestinal e perda de peso sem causa aparente. Como alguns desses sinais estão presentes em outros problemas do trato gastrointestinal, torna-se essencial realizar a investigação com o auxílio de um médico.

Embora seja um tipo de câncer tratável e com altos índices de cura, a prevenção é uma das melhores estratégias para evitar a doença. Nesse sentido, a transformação dos hábitos é essencial, uma vez que a alimentação é um ponto chave para a manutenção da saúde gastrointestinal. Consumir alimentos frescos, com altos teores de fibras, como verduras, legumes, cereais integrais, sementes e leguminosas auxiliam no equilíbrio da microbiota intestinal e evitam os processos inflamatórios na região. Manter o peso corporal, aliando uma nutrição rica com a prática de exercícios físicos, é também uma maneira de prevenir o desenvolvimento desse câncer.

Fonte: www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-intestino 

ASSOCIE-SE

Venha fazer parte desta mudança!