Dormir bem impacta na saúde do coração?

Pesquisa correlaciona o sono de qualidade com a manutenção da saúde do sistema cardiovascular

Dentre os pilares da Medicina do Estilo de Vida está o cuidado com o sono. Dormir é uma atividade diária fundamental para o bom funcionamento do organismo. Diversas pesquisas apontam os benefícios de ter um sono regulado, de 7 a 9 horas por noite. Em novo estudo, divulgado na revista científica Circulation, descobriram também as vantagens de uma boa noite de sono para o coração.

Recentemente, a Associação Americana do Coração atualizou os critérios para o cuidado com a saúde cardiovascular. Embora o sono fosse considerado um fator relevante, ele não era considerado um item essencial, mas sim complementar. Com essa atualização, a instituição passou a reconhecer o sono como o oitvado fator primordial para o cuidado com o coração, junto com alimentação, prática de atividade física, IMC, índices de glicemia e colesterol, pressão arterial e exposição à nicotina.

O sono tem uma série de funções para a homeostasia do organismo, ou seja, para o seu equilíbrio. Ele desempenha função na regulação de atividades relacionadas ao sistema endócrino, como a produção e liberação de hormônios, além de ter papel relevante para a imunidade. Por conta disso, alterações frequentes no sono, como insônia ou até mesmo a apneia – distúrbio em que o indivíduo tem interrupções na respiração e emissão de ruídos – podem trazer problemas para a qualidade de vida. Elevação nos níveis de cortisol e adrenalina, como também glicemia e colesterol são algumas das modificações que podem ocorrer com o tempo. Mudanças na pressão arterial também são consequências a longo prazo, as quais resultam de um impacto direto no sistema cardiovascular.

Por isso, para ter um maior cuidado com essa atividade diária primordial, torna-se indispensável realizar uma boa higiene do sono. Nesse sentido, criar uma rotina de acordar e dormir no mesmo horário, evitar o uso de equipamentos eletrônicos perto da hora de dormir e evitar a ingestão de alimentos estimulantes são algumas das ações para dormir com qualidade. A realização de atividades físicas, principalmente no período matutino, auxilia no ciclo circadiano, mecanismo pelo qual o organismo se regula ao longo do dia, e tem impacto direto na manutenção do sono.

Fonte: www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/10/08/sono-de-qualidade-e-novo-item-essencial-para-a-saude-do-coracao.htm 

ASSOCIE-SE

Venha fazer parte desta mudança!