Tai Chi Chuan: um exercício de baixo impacto milenar

Essa prática combina movimentos corporais, respiração e meditação, com benefícios para a saúde física e mental

Os exercícios físicos de baixo impacto promovem uma movimentação do corpo, com um menor comprometimento das articulações. A prática de atividades que aliam um gasto energético com a consciência corporal são interessantes para inserir uma prática de atividade física no cotidiano. De origem chinesa, o Tai Chi Chuan é uma arte marcial milenar, que é baseada em três fundamentos: os movimentos lentos, com baixo impacto, técnicas respiratórias e meditação. Quais são os benefícios dessa prática para a saúde física e mental?

Considerado um patrimônio cultural imaterial da humanidade pela Unesco, o Tai Chi é reconhecido pelos seus benefícios aos praticantes. Por ser um exercício de impacto reduzido, pode ser praticado por diversas faixas etárias, em locais fechados ou ao ar livre. Dentre seus efeitos para a saúde física, está o fortalecimento muscular e o aumento da flexibilidade das articulações. Além disso, trabalha o sistema nervoso, seja com benefícios para a memória ou por meio da propriocepção, a qual se relaciona com a postura e o equilíbrio do corpo.

Para a saúde mental, por sua vez, o Tai Chi promove a redução do estresse e também estimula o convívio social, já que é normalmente realizado em grupos. Essa integração entre corpo e mente, estimulada por essa prática, é uma ferramenta para trazer bem-estar, qualidade de vida e longevidade. Com a inserção dessa atividade no cotidiano, há o aumento da vitalidade e da energia no dia a dia.

ASSOCIE-SE

Venha fazer parte desta mudança!